Konecta aposta em inclusão
Colaboradores com deficiência dão mais humanização e servem de incentivo aos outros 04/12/2018 12:36
Profissionalismo, sensibilidade e ética são parte do trabalho dos colaboradores da Konecta Brasil. Porém, alguns desses colaboradores também são campeões de superação em suas vidas como cidadãos. Hoje, a empresa tem em seu quadro de profissionais 32 funcionários com deficiência, que sabem bem o quanto é necessário compreender as necessidades dos consumidores aos ditames dos processos das empresas ofertantes de produtos e serviços. "Esse algo a mais, faz toda a diferença, na hora de atender bem tanto cliente, quanto consumidor", afirma o diretor de RH, José Francisco.

De acordo com o executivo, a Konecta assume a Responsabilidade Corporativa como um valor partilhado no qual a procura de rentabilidade está ligada ao contributo para o progresso e o bem-estar da sociedade. Ele comenta que a presença dos profissionais com deficiência dentro da empresa trouxe mais humanização e funciona como um impulsionador para que as pessoas tenham mais energia para enfrentar os desafios cotidianos, tanto na esfera profissional quanto na pessoal. A presença deles é peça chave na estratégia de RH para humanização e para demonstração inequívoca de que praticamos verdadeiramente a inclusão.

Um dos colaboradores é o Alvaro Zermiani, que ficou cego. Todos os dias, ele se desloca 45 quilômetros, de Arujá até São Paulo, para desempenhar as atividades no departamento de comunicação corporativa da empresa. Formado em jornalismo, Alvaro ingressou na Konecta em 2017 na área de qualidade, juntamente com outros sete deficientes visuais realizando monitorias e avaliando as ligações. Após um ano monitorando foi promovido para a área de comunicação, na qual é responsável pelos comunicados, prospecção de novos parceiros, campanhas internas e outras demandas. Além disso, está à frente do comitê de colaboradores com deficiência, e até 2019 na presidência da CIPA.

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
 
http://callcenter.inf.br/