Porque usar o humor na hora de liderar
Especialista em comunicação verbal lista cinco razões para o ambiente corporativo ser descontraído 29/06/2018 03:25
Muitos líderes associam o local de trabalho a um espaço de seriedade constante e pouco espaço para descontração. Mas esse é um grande erro, pois o humor nem sempre deve ser considerado uma distração. Na verdade, ele é uma receita importante e necessária para negócios de sucesso e uma equipe satisfeita.

"Há algumas décadas, os funcionários eram considerados meros recursos produtivos, e não havia por parte das empresas preocupação com o seu bem estar, o que se esperava é que cumprissem as tarefas designadas. Hoje, no entanto, muitas organizações já perceberam a importância de investir em seu capital humano, e, em vez de reprimir o humor em toda e qualquer situação, estimulam seus empregados a mostrarem seu lado mais descontraído em algumas situações do dia a dia", avalia Kim Archetti, especialista em comunicação verbal e CEO & Founder do Awakim Academy.

No entanto, na visão do especialista, o humor ainda é uma ferramenta subestimada no mundo corporativo. "O humor é muito útil para aumentar o engajamento dos funcionários e construir culturas resilientes, e muitos líderes precisam trabalhar nisso. Um ambiente que abre espaço para descontração em alguns momentos geralmente tem um quadro de colaboradores mais feliz, que se orgulha do grupo que integra", diz.

Ele aponta cinco boas razões para usar o humor na hora de liderar:

Facilita o aprendizado
Se o líder quer que a sua equipe não perca de vista algo importante ou ensinando uma tarefa nova, encontrar uma maneira engraçada de passar essas informações pode ajudar muito a equipe a processar melhor e memorizar o que está sendo ensinado, além de ajudar a prender a atenção. "O riso provoca reações imediatas que prendem a lembrança positiva ao cérebro. Além disso, é muito mais fácil ter o time concentrado em uma apresentação bem-humorada do que em uma longa explicação em uma reunião tradicional, que deixe todos entediados", explica.

Alivia tensões e crises
No mundo corporativo, a maioria dos gestores enfrenta uma situação difícil pelo menos uma vez por semana. "Quando há tensão na sala, o humor ajuda o gestor e seus liderados a relaxarem, pensarem com mais clareza e até tomarem melhores decisões", comenta Archetti. Outra vantagem, de acordo com o especialista, é que o uso do humor ameniza o clima, deixa as pessoas mais à vontade e reduz o fator de intimidação que líderes poderosos podem representar perante funcionários, clientes, fornecedores e parceiros. "O humor mostra que o líder não se leva muito a sério e tem humildade e isso beneficia a todos".

Incentiva o espírito de equipe
O ambiente de trabalho, por si só, tem um clima sério. Por isso, o líder não deve ser visto como "chato e mandão", sob o risco de ter uma equipe desmotivada e pouco produtiva. "Ninguém gosta de trabalhar em um lugar hostil, com ambiente severo e hostil, por isso essa atitude causa problemas. Além disso, quando uma equipe se diverte junta, aumenta seu senso de comunidade e cria uma cultura corporativa coesa".

Promove o diálogo
Todo líder precisará, muitas vezes, dar feedbacks negativos e transmitir notícias ruins para a equipe. "Isso não precisa ser feito de uma forma totalmente negativa, o gestor está lidando, acima de tudo, com pessoas, que possuem suas limitações e inseguranças", avalia Archetti. Nessas horas, o humor é um excelente "aliado" para iniciar a conversa e "quebrar o gelo". "Dessa forma, a pessoa estará menos defensiva para receber a notícia negativa. Pense em como fazer o colaborador se sentir mais descontraído para que, apesar da conversa difícil, ele não se sinta desestimulado e pense em desistir", ensina. "Nunca deixe sua equipe sentir-se oprimida. Se alguém sorrir para você, sorria de volta, e caso alguém esteja sério demais e nunca sorria, use o humor para fazê-lo sorrir."

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
 
http://callcenter.inf.br/