Esforço recompensado
Atuação em contact center ajuda mães a enfrentarem desafio de conciliar múltiplas funções 14/05/2018 05:26
» Silvia Marinho e a filha
Trabalhar, estudar, ser mãe e dona de casa. Apesar de não ser uma tarefa fácil, Erica Carnavalli conta que todo esse esforço tem sua recompensa. "É gratificante saber que todo meu esforço e dedicação são para o bem-estar da minha filha, ver que tudo isso vale a pena. Depois de trabalhar um dia inteiro e saber que vou chegar e ela vai estar lá a minha espera é recompensador", completa a operadora de atendimento, que encontrou no mercado de contact center o lugar ideal para conseguir conciliar todas as atividades.

De acordo com ela, atuar no setor facilita pelo horário acessível e flexível, e por não ser algo cansativo, nem pesado. "Sei que, mesmo que tenhamos alguns estresses em algumas ligações, tenho em mim que a culpa não é minha e que meu dever é auxiliar para uma boa relação com o cliente." Assim, Erica sabe que estará mais disposta para chegar em casa e poder suprir as necessidades da filha.

A diretora de operações & marketing da InHouse, Silvia Marinho, também reforça que a maior vantagem que o setor traz para as mulheres que são mães é o "tempo", pois a carga de trabalho é reduzida - 36 horas semanais. "As mães exercem diversas atividades em um único dia. Por se tratar de uma rotina intensa, o tempo de trabalho é um auxiliador para que seja possível uma organização das tarefas e uma atenção 360° para todos os papéis que essa mulher exerce na vida", explica a executiva, que também é mãe.

Por parte das empresas do setor, Silvia destaca ainda que, por natureza, a mulher já tem o dom de cuidar, e como um atendimento de excelência é o cuidado com o consumidor e parceiros estratégicos dos clientes da empresa, esse acaba sendo o perfil que mais se adequa ao desejado. Tanto que 80% do quadro de colaboradores é composto por mulheres, "que já são mães ou pretendem ser um dia".

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
 
http://callcenter.inf.br/