Cenário favorável contagia clima interno
Índice da Sodexo de qualidade de vida do trabalhador brasileiro fecha 2017 em 6,5 pontos 07/02/2018 12:15
» Fernando Cosenza
A construção de um cenário mais otimista no país no último trimestre de 2017 também contagiou o ambiente interno das organizações, aumentando a qualidade de vida nos espaços de trabalho ao reduzir a rotatividade dos colaboradores, melhorar o clima organizacional e impulsionar a produtividade da equipe. É o que revela o Índice Sodexo de Qualidade de Vida no Trabalho (IQVT). Após um ano e mais de 9.600 respostas dos trabalhadores em todo o país, o resultado acumulado do indicador em 2017 foi de 6,5 pontos (em uma escala de 0 a 10).

"Ao longo do ano, notamos uma melhora gradual na satisfação dos trabalhadores, principalmente em relação às interações sociais no ambiente de trabalho. O cenário positivo da economia com a estabilização da inflação e a redução da taxa de desemprego contribuiu para que o IQVT fechasse o ano 0,65 pontos superior ao primeiro trimestre de 2017", comenta Fernando Cosenza, diretor executivo de sustentabilidade da Sodexo Benefícios e Incentivos.

O levantamento também constatou que a avaliação sobre a qualidade de vida no trabalho é maior entre homens do que entre mulheres (6,55 pontos contra 6,45 pontos), e revelou que as interações sociais com colegas de trabalho e a eficiência tecnológica disponível na organização para o desempenho das atividades cotidianas são os fatores que mais influenciam na percepção geral do público. Os itens com notas de satisfação mais baixas são as questões relacionadas a Reconhecimento (5,87) e Crescimento Pessoal (6,15).

A área de atuação com maior índice de satisfação percebida é a de Produção (6,65), e a de menor índice é a área de Sistemas e Tecnologia da Informação (TI), com apenas 6,07 na escala que vai de 0 a 10. Quando consideramos o grau de instrução dos entrevistados, os funcionários com ensino fundamental completo apresentam o maior índice (7,31) e os que possuem ensino médio completo, o menor (6,45). A região do país com o maior índice é a Nordeste (6,71), e a de menor, a Sudeste (6,38).

NÚCLEO DE ESTUDOS 
Com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento socioeconômico do país e ampliar o debate sobre qualidade de vida, a Sodexo Benefícios e Incentivos lançou também o Núcleo de Estudos. O laboratório de ideias reúne profissionais de diferentes áreas da companhia com o objetivo de transformar a experiência interna e dados do mercado em informação de utilidade pública que possa guiar transformações sociais e econômicas no País.
 
"O núcleo foi criado para ampliar o debate do tema no Brasil por meio da divulgação de informações que contribuam permanentemente para o aumento da produtividade nas organizações, da melhora na relação entre empregador e empregado e para um melhor entendimento do mercado. Acreditamos que os conteúdos poderão guiar importantes tomadas de decisão com relação à economia e auxiliar na compreensão dos hábitos diários do trabalhador brasileiro", finaliza Cosenza.
 
Em linha com a missão global do Grupo Sodexo de contribuir com o desenvolvimento econômico, social e ambiental dos locais em que atua, o núcleo é composto por dez colaboradores da Sodexo Benefícios e Incentivos, e marca o seu lançamento com o relatório acumulado 2017 do Índice Sodexo de Qualidade de Vida no Trabalho. Ao longo do ano, serão publicados novos estudos sobre qualidade de vida, comportamento do trabalhador e do mercado.

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
 
http://callcenter.inf.br/