| Sexta-Feira - 15/12/2017
Pesquisar: busca:
A sua melhor opção
Um aliado na construção da carreira
O coaching como auxílio ao profissional que deseja alcançar cargos de liderança 04/12/2017 04:39
O coaching vem cada vez mais fazendo parte do dia a dia das pessoas e empresas, e pode ser caracterizado como uma metodologia que busca atender as necessidades humanas de atingir metas, solucionar problemas e desenvolver novas habilidades. É um processo de aprendizagem e desenvolvimento de competências comportamentais, psicológicas e emocionais, direcionado à conquista de objetivos, obtenção de resultados e melhoria de performance, podendo ajudar tanto na vida pessoal quanto na profissional. Segundo Madalena Feliciano, gestora de carreira da Outliers Careers, a instituição utiliza essa metodologia como uma ferramenta transformadora em seus projetos, porque além de promover o autoconhecimento das pessoas, promove o crescimento constante em seus colaboradores.

O processo colabora para o desenvolvimento de competências e para alcançar objetivos - e, para muitas pessoas, se tornar um líder ou alcançar melhores cargos em uma empresa é a meta principal, o foco da carreira. De acordo com Madalena, o planejamento é fundamental para o sucesso na carreira e para que os objetivos traçados sejam alcançados com maior rapidez e qualidade. "Das várias formas de coaching existentes, o Executivo é o mais indicado nesse caso. Com um bom coach (profissional) ao lado, o cliente se torna mais confiante na hora de tomar decisões, agir rapidamente e ser flexível, características fundamentais para o sucesso profissional, especialmente em cargos de liderança", explica.

Além de potencializar as qualificações dos clientes, o coaching bem aplicado ajuda a conduzir o coachee (cliente) a identificar elementos que estão bloqueando a sua capacidade de alcançar as metas traçadas. "Esse é um processo altamente eficaz e que é adotado cada vez mais por empresas e até por executivos ou autônomos, que reconhecem sua dificuldade em ultrapassar obstáculos - que são diferentes em cada caso. Alguns não conseguem falar em público, outros não se sentem seguros tomando decisões importantes que envolvam outras pessoas, outros não sabem se estão prontos para serem líderes, e por aí vai", diz Madalena.

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
 
http://callcenter.inf.br/