Grupo Tel utiliza gamificação em treinamento
Área de T&D aposta em metodologia em processo de aprendizagem dos funcionários 07/11/2017 04:52
A área de T&D do Grupo Tel apostou em ações estruturadas para aprimorar competências e habilidades dos funcionários, por meio de desafios lançados e realizados fora do ambiente corporativo e em sala de treinamento, usando a linguagem da gamificação. A metodologia foi utilizada no treinamento "Desafio do Tempo". De acordo com a gerente de T&D, Merissa Leite, a necessidade de ministrar um qualificação nesse formato é em razão das inúmeras dificuldades vivenciadas por muitas pessoas, estejam em ambiente corporativo ou não, de utilizarem o tempo disponível ao seu favor, de forma eficiente e produtiva.

Representantes das áreas de apoio da wtf e Drummond - empresas do Grupo Tel - marcaram presença no treinamento ocorrido nos dias 17 e 18 de outubro, na matriz. Juntos, participaram do jogo "A Tabula do Tempo", baseada nas teorias e práticas da Tríade do Tempo de Christian Barbosa, utilizando elementos dos jogos de RPG . "O objetivo é promover uma melhor expertise para a administração do tempo, estabelecendo como norte o conceito de que as ações diárias precisam ser focadas no que é importante, uma vez que as atividades circunstanciais excessivas podem gerar impactos à vida profissional e também pessoal e, consequentemente, aumentar as atividades urgentes", explica o instrutor de treinamento da Tel, Lincoln Lopes.
 
"O treinamento permitiu identificar de forma mais objetiva o grau de prioridade das minhas atividades diárias. Aproveitar melhor o tempo, sabendo diferenciar cada uma das minhas demandas é crucial para, inclusive, evitar as urgências frequentes", defende a analista de projetos e novos negócios da Drummond, Karynne Rocha, ao pontuar o contexto classificatório de demandas - urgentes, importantes ou circunstanciais - como parte integrante do processo de aproveitamento do tempo, considerando que o circunstancial não pode ser colocado de lado: "uma ginástica laboral é circunstancial para as minhas atividades diárias. Entretanto, parar um pouco o que preciso fazer no dia para me exercitar ajuda a retornar melhor ao trabalho".
 
O analista de sistemas Jr. da wtf, Nilson Oliveira, compartilha da mesma opinião. Ele acredita que um treinamento dessa natureza seja determinante para auxiliar na classificação das demandas pelo nível de prioridades. "Passei a ser mais produtivo quando administrei melhor a execução das demandas profissionais e pessoais com base no tempo que tinha disponível". Para o coordenador de desenvolvimento de pessoas, Anael Moreira, as experiências vivenciadas por cada funcionário através das dinâmicas e conteúdos oferecidos durante os dias de treinamento, permitiram mapear o tempo utilizado pelo colaborador nas atividades profissionais e particulares.

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
 
http://callcenter.inf.br/