Oportunidades para os jovens
Em tempos de alta do desempregado, mercado de call center mantém portas abertas para esse público 20/07/2017 04:10
O jovem brasileiro é um dos mais afetados pela crise econômica - entre as pessoas de 14 a 24 anos, o valor médio das taxas trimestrais de desemprego subiu de 20%, em 2015, para 27,2%, em 2016, aponta o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Por outro lado, uma aposta para essas pessoas são as oportunidades no mercado de call center. Na mineira VGX Contact Center, por exemplo, 85% dos colaboradores têm até 24 anos.

Um exemplo é Amanda Cristine Rodrigues Souza, de 23 anos. Contratada há um ano e 11 meses pela empresa, ela destaca que o mercado de call center proporciona oportunidades de crescimento, inclusive para outras áreas da empresa. Essa é, de fato, uma realidade para quem está no início da carreira, uma vez que a perspectiva na área é atrativa.

Segundo Victor Felipe Oliveira, CEO da VGX, o investimento é constante não apenas na ampliação do quadro, como também na retenção de talentos e em treinamento diferenciado. "Atuamos sempre muito próximos aos nossos colaboradores, além de investirmos em capacitação e planos motivacionais. Uma de nossas principais iniciativas é a realização de treinamento comportamental e técnico, de forma a tornar mais agradável a experiência dos clientes atendidos", afirma.

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
 
http://callcenter.inf.br/