| Sexta-Feira - 22/09/2017
Pesquisar: busca:
Elogios podem melhorar ambiente de trabalho
Em média, são necessários três elogios para suprir uma interação negativa 20/06/2017 09:11
Em tempos de crise e de equipes cada vez mais enxutas, as empresas necessitam de um grupo de funcionários engajados. Acaba se tornando indispensável o aumento de produtividade e sem deixar que autoestima e satisfação caiam. Uma ferramenta muito significativa para aumentar o rendimento é o uso de expressões positivas. As palavras ditas têm poderes. Elas podem criar e destruir relacionamentos e até mesmo interferir no nível de eficácia das pessoas.

Segundo pesquisas realizadas em uma década, a cada interação negativa feita de um superior ao subordinado, são precisos três novos elogios para que a produtividade volte ao nível anterior. Para que o colaborador se sinta mais prestigiado, é necessário exaltá-lo na mesma proporção. Pensando nisso, empresas estão buscando cada vez mais investir em profissionais que ergam o amor-próprio e dedicação pelo trabalho dos funcionários. "O número concluído pelas pesquisas é de 2,9013. Esta é proporção mínima necessária. Mantenha-se acima dele. Para evitar colapsos, faça uma média de 6 para 1 e em momentos oportunos, e as equipes apresentaram o desempenho máximo", afirma Diego Pollo, coach e especialista em comunicação interna para empresas.

Enaltecer um colaborador ou a equipe pode ser a chave para ampliar o quadro de resultados. "Não é válido elogiar por elogiar. Muitas vezes o defeito é focarmos nos erros e não nos acertos. Essa pequena atitude pode ser o que faltava para uma equipe superar as metas", explica. Diego ressalta que o encorajamento e o reconhecimento deveriam ser utilizados como recompensas pelo desempenho e não como ferramentas para melhorar o desempenho. "Nos treinamentos que realizo, eu estímulo as pessoas a criarem uma cultura da validação. Feitos através de elogios sinceros no ambiente profissional, familiar ou social. Dessa forma as pessoas melhoram a performance consideravelmente.

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
 
http://callcenter.inf.br/