| Quinta-Feira - 21/09/2017
Pesquisar: busca:
Receita da Nice cresce 10%
Empresa alcança US$ 1.015,5 milhões no exercício completo de 2016 01/03/2017 02:04
» Barak Eilam
A Nice anunciou os resultados referentes ao quarto trimestre e ao exercício completo de 2016. As receitas totais do quarto trimestre de 2016 aumentaram em 18,4%, alcançando US$ 323,9 milhões, em comparação com os US$ 273,6 milhões registrados no quarto trimestre do ano anterior. As receitas totais do exercício completo de 2016 aumentaram em 9,6%, alcançando US$ 1.015,5 milhões, em comparação com os US$ 926,9 milhões registrados no mesmo período do ano anterior. "Temos o prazer de encerrar o ano em alta, com um forte desempenho no quarto trimestre", disse Barak Eilam, diretor executivo da Nice. "Os resultados do quarto trimestre refletiram um crescimento generalizado em cada um de nossos segmentos de negócio, com maior ênfase no setor de análise."

O lucro bruto e a margem bruta do quarto trimestre de 2016 foram de US$ 221,1 milhões e 68,3%, respectivamente, comparados a US$ 191,5 milhões e 70%, respectivamente, no mesmo período do ano anterior. O lucro bruto e a margem bruta do exercício completo de 2016 somaram US$ 677,8 milhões e 66,7%, respectivamente, comparados a US$ 623,3 milhões e 67,2%, respectivamente, no mesmo período do ano passado.

O lucro operacional e a margem operacional do quarto trimestre de 2016 foram de US$ 37,1 milhões e 11,5%, respectivamente, comparados a US$ 63,7 milhões e 23,3%, respectivamente, no mesmo período do ano anterior. O lucro operacional e a margem operacional do exercício completo de 2016 foram de US$ 134,2 milhões e 13,2%, respectivamente, comparados a US$ 166,1 milhões e 17,9%, respectivamente, no mesmo período do ano anterior.

"Foi um ano de excelente desempenho em meio a um período bastante movimentado no qual lançamos inúmeros produtos, conquistamos um número recorde de novos clientes e concretizamos duas aquisições significativas. Ao mesmo tempo, mantivemos a expansão contínua de nossas soluções dentro da nossa base de clientes. À medida que avançamos em 2017, estamos bem posicionados para manter o sucesso permanente de nossos ativos de nuvem e análise líderes de setor e sólidos mercados finais", completa.

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
 
http://callcenter.inf.br/