Caminho sem volta
Sempre próxima dos clientes, Callink pretende seguir se adequando às mudanças do mercado 11/01/2018 02:02
» Luciano Rodrigues Silva
Nos últimos anos, o mercado de contact center viu surgir inúmeras tecnologias que modificaram de forma profunda a forma como os clientes querem se relacionar, com a inclusão de novos canais. Não bastasse isso, o próprio consumidor passou a exigir mais qualidade das empresas. Com isso, o setor precisou se mexer para acompanhar as transformações. Esse movimento que já ganhou forma em 2017 deve se acentuar esse ano. "Acreditamos que as empresas seguirão a tendência que se percebe, abrindo mão do atendimento massificado e robotizado que ainda perdura, e substituindo a burocracia existente por um despertar da consciência digital em seus clientes", prevê Luciano Rodrigues Silva, diretor de desenvolvimento de negócios da Callink.

Para o executivo, isso se dará por meio de atendimentos resolutivos para que sejam oferecidas experiências cada vez mais simples e encantadoras. Além disso, ele defende a importância de cada empresa do setor encontrar, junto aos clientes, a melhor solução para conduzir o atendimento. Nesse sentido, a Callink, que espera crescer dois dígitos esse ano, pretende estar cada vez mais próxima dos clientes, identificando as necessidades e oportunidades para criar em conjunto novas formas de atendê-los, atuando para contribuir com seus objetivos. "Este é o motivo de existirmos, sermos uma parte inteligente e atuante do negócio dos nossos clientes." Em entrevista exclusiva, Silva fala mais sobre suas expectativas para o mercado em 2018 e detalha as ações da empresa para crescer nesse ano.

Callcenter.inf.br - O que espera para o mercado de contact center em 2018?
Silva: Temos a expectativa da aplicação efetiva da reforma trabalhista e acreditamos que as empresas seguirão a tendência que se percebe, abrindo mão do atendimento massificado e robotizado que ainda perdura, e substituindo a burocracia existente por um despertar da consciência digital em seus clientes. Isso se dará por meio de atendimentos resolutivos para que sejam oferecidas experiências cada vez mais simples e encantadoras. A inovação é um caminho sem volta, e seja por meio do autoatendimento, atendimento virtual ou mobile, caminharemos nos próximos anos para um serviço cada vez mais personalizado.

Nesse sentido, quais devem ser as tendências?
As tecnologias inovadoras e disruptivas dessa quarta revolução industrial, que está em plena ebulição, devem continuar sendo um tema dominante. O que acreditamos é que cada empresa, junto aos seus clientes, encontrará a melhor solução para conduzir seus atendimentos.

E os desafios, quais devem ser?
Mais do que atrair clientes, as empresas devem voltar as atenções para a retenção dos atuais. Acreditamos que o aumento da profissionalização no setor, a incorporação de tecnologias cada vez mais diversificadas e empresas entrantes que trazem agilidade e dinamismo ao mercado farão com que 2018 seja de muitas renovações e mudanças de contrato. Com isso, se reinventar com quem já está no portfólio se faz tão importante.

Quais são os planos da Callink para 2018?
Estamos fortalecidos e preparados para os desafios. Nossos planos estão alicerçados nos nossos valores. É com base neles que nortearemos nossas ações sempre nos mantendo atualizados, atentos ao mercado e suas transformações e com foco nos nossos clientes. Vamos seguir investindo em atualização, inovação, preparação e evolução de nossas equipes, pois são eles nosso maior patrimônio. A expertise que adquirimos nestes 11 anos de atuação será essencial para acompanhar as tendências e fazer um 2018 ainda melhor.

Qual a meta de crescimento?
Nossa meta é manter o crescimento na casa dos dois dígitos. Vamos seguir nos adequando ao mercado, cenários e tendências. Estaremos cada vez mais próximos de nossos clientes, identificando suas necessidades e oportunidades para criamos em conjunto novas formas de atendê-los, atuando para contribuir com sua forma de interagir, ampliar o faturamento e/ou reduzir despesas e chegar aos seus objetivos. Este é o motivo de existirmos, sermos uma parte inteligente e atuante do negócio dos nossos clientes.

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
 
http://callcenter.inf.br/