| Terça-Feira - 21/11/2017
Pesquisar: busca:
A sua melhor opção
Crescimento passa por inovação
Orbitall quer mostrar que é possível criar modelos disruptivos no mercado de contact center 03/02/2017 07:02
» Braulio Lalau de Carvalho
Muitas empresas que chegaram nos últimos anos ao mercado estão aí para provar que com inovação é possível crescer, mesmo em um ambiente cheio de desafios. Foi assim com as startups, fintechs, marketplaces e outras, que longe de amargurar resultados negativos, saíram fortalecidas em meio à crise econômica brasileira. Essa também é a grande aposta da Orbitall, que espera alcançar crescer 300%, esse ano, com investimentos em sua equipe e no desenvolvimento de novas soluções, segundo Braulio Lalau de Carvalho, CEO da Orbitall. A empresa quer mostrar que "é possível ser uma grande empresa com 'cara' de fintech, capaz de promover melhorias constantes e de desenvolver modelos disruptivos para o mercado de contact center".

Para o executivo, a Orbitall já tem mostrado que, a partir da inovação, é possível obter ganhos reais de eficiência com uma oferta personalizada, que entenda as necessidades de cada cliente. Ele cita o lançamento de uma plataforma digital, alinhada ao processo de transformação que as empresas estão vivenciando. "Queremos promover a automação, materializando a inovação e, consequentemente, o ganho de eficiência operacional. Para essa plataforma, estamos trabalhando em conjunto com uma série de startups e fintechs para incrementar, cada vez mais, a multicanalidade." Em entrevista exclusiva, Carvalho explica melhor esse posicionamento da Orbitall e os planos para esse ano.

Callcenter.inf.br - Qual deve ser o grande desafio das empresas do setor nesse ano?
Carvalho: O principal desafio do setor é fazer com que a inovação saia do papel. O que a Orbitall tem mostrado é que, a partir da inovação, é possível obter ganhos reais de eficiência com uma oferta personalizada, que entenda as necessidades de cada cliente.

Quais devem ser as tendências na área em 2017?
A principal tendência será a digitalização com o uso de ferramentas que proporcionam inteligência, seja por meio de analytics ou de inteligência artificial. Cada vez mais, as companhias precisam compreender toda a jornada do cliente para disponibilizar uma solução que realmente o surpreenda. 

Quais são os planos da sua empresa?
Investir cada vez mais em soluções multicanais end to end, que contemplem desde originação e automação de processos de captura e validação de documentos, passando pelas ferramentas que proporcionam inteligência por meio de analytics e clusterizações para disparo assertivo de campanhas, até chats inteligentes que, por diferentes níveis de criticidade, respondem às principais dúvidas com inteligência artificial.  

Qual a meta de crescimento?
Nossa meta é crescer 300%. Para isso, vamos investir cada vez mais em pessoas, mostrando que é possível ser uma grande empresa com "cara" de fintech, capaz de promover melhorias constantes e de desenvolver modelos disruptivos para o mercado de contact center.

Pretendem trazer alguma novidade ao mercado?
Estamos colocando no mercado uma plataforma digital para empresas de todos os tamanhos, que está totalmente alinhada ao processo de transformação digital que as empresas estão vivenciando. Queremos promover a automação, materializando a inovação e, consequentemente, o ganho de eficiência operacional. Para essa plataforma, estamos trabalhando em conjunto com uma série de startups e fintechs para incrementar, cada vez mais, a multicanalidade. Ela beneficiará, principalmente, empresas de pequeno e médio porte nos segmentos de bancos, seguradoras e varejo.

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
 
http://callcenter.inf.br/