| Quinta-Feira - 23/11/2017
Pesquisar: busca:
A sua melhor opção
Rock in Rio adere ao chatbot no Messenger
Além de dar informações sobre festival, robô promove diversas experiências com o público 13/09/2017 11:57
» Roberto Oliveira
O Rock In Rio lançou um chatbot no Facebook Messenger para atender aos usuários em tempo real. O objetivo do "Roque", nome dado ao robô, é aproximar os participantes do evento ao simular uma conversa real, em uma linguagem mais natural e familiar para quem quiser saber detalhes do festival. O projeto foi idealizado pela Outra Coisa e desenvolvido pela Take, na plataforma BLiP, e oferece informações gerais do Rock in Rio como mapas, atrações e pontos de venda.

Além das informações e da possibilidade de explorar a nova Cidade do Rock, os usuários podem participar de um game e cumprir missões, como ajudar o guitarrista Slash a encontrar sua guitarra perdida na viagem para o Rock In Rio ou devolver a peruca da Lady Gaga para a apresentação no festival. Outra experiência interativa com o chatbot acontecerá em um estande especial durante o RiR. Uma câmera vai gerar um videoclipe personalizado do usuário, o qual será enviado para os participantes via chatbot.

De acordo com Marcelo Gluz, sócio da Outra Coisa, idealizar o chatbot do Rock in Rio foi um grande desafio, devido à quantidade de informações que o Roque se prestaria a comunicar. "Além de criarmos uma personalidade e um tom de voz para esse robô, que tem como premissa simular a linguagem humana, desenvolvemos fluxos conversacionais específicos, conforme as necessidades e dúvidas mais comuns do público que irá ao festival", explica. Na opinião de Gluz, quando se trata de chatbots existe sempre um objetivo em comum, que é "estabelecer uma relação emocional com o usuário. No caso deste projeto, fizemos isso através das missões, nas quais o Roque - com muita empatia - leva o usuário para um tour pelo universo Rock in Rio", afirma.
 
"Essa é a primeira vez que o Rock In Rio vai utilizar esse tipo de tecnologia. O bot permitirá que as pessoas que forem ao festival ou que vão ficar no sofá consigam acessar todas as informações importantes sobre o festival. Muito mais do que um festival de música, o Rock in Rio é um festival de experiências e o bot se torna parte dessa experiência agora", comenta Gabriel Queiroz, Product Owner da Take.
 
A interação do Roque com os usuários só é possível graças às múltiplas integrações da plataforma BLiP, focada na criação de chatbots, com os aplicativos mais populares de mensagens. "Nossa visão é desenvolver parcerias com empresas por meio do BLiP para oferecer experiências diferenciadas para o púbico que frequenta festivais, pois essa demanda por atendimento é crescente", finaliza Roberto Oliveira, CEO da Take.

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
 
http://callcenter.inf.br/