| Sábado - 16/12/2017
Pesquisar: busca:
A sua melhor opção
Anima Educação investe em chatbot
Instituição de ensino já registra aumento na retenção dos chamados online com o robô Edu 12/05/2017 08:32
Para oferecer um relacionamento mais eficiente e de qualidade, a Anima Educação adotou o DTBot, solução de atendimento automatizado da DT+Seekr. O robô Edu, como foi batizado, já está no site da instituição de ensino superior para realizar toda a comunicação digital com os alunos.

A solução une-se a outras tecnologias implantadas pela instituição, com o objetivo de ter mais opções de atendimento ao público, principalmente online, já que o mesmo é, em sua maioria, jovem e está cada vez mais envolvido com a tecnologia - 70% da base de alunos tem entre 20 e 35 anos, a chamada geração millennial. "Os millennials são um público extremamente conectado e acostumado com a instantaneidade. Eles querem a informação com agilidade, são muito exigentes e capazes de espalhar ideias com grande velocidade", explica Flávio Vouguinha, Gerente de Atendimento e Relacionamento da Anima.

A parceria entre a Anima e a DT+Seekr teve início em 2013, quando a instituição de ensino investiu no DTChat, sistema de chat para atendimento. Em 2015, a Anima integrou ao seu sistema de atendimento o DTMail, como forma de melhorar a gestão dos contatos realizados por correio eletrônico. Outra solução na qual a instituição apostou foi na central de atendimento por meio do FAQs.

Com as diversas soluções combinadas, a Anima passou a ter uma gestão mais organizada e inteligente, contribuindo para o aumento de 70% na retenção durante o atendimento dos alunos. O objetivo é chegar aos 80% até o final do ano, já que, agora, a organização investirá em um bot por escola. Desta forma, será possível oferecer aos alunos não só informações gerais da Anima, mas também dados específicos sobre cada uma das escolas e, logo, melhorar os índices sem gastar mais com operação. Um resultado igualmente importante foi o aumento de 50% no volume de atendimento, ao mesmo tempo em que 60% do atendimento via e-mail foi reduzido.

"Os estudantes universitários fazem parte de uma nova geração de consumidores extremamente imediatistas e exigentes, e a instituição se preparou para atendê-los, com as soluções de atendimento automatizado, que respondem de forma rápida e eficiente aos questionamentos dos alunos", complementa Marcelo Pugliesi, CEO da DT+Seekr.

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
 
http://callcenter.inf.br/