| Quarta-Feira - 17/01/2018
Pesquisar: busca:
A sua melhor opção
Como estão os direitos do telemarketing
Uma leitora enviou algumas questões ao site callcenter.inf.br, pedindo informações sobre os direitos do telemarketing. Para responder estas questões de forma objetiva, convidamos o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Telemarketing, Marcos Emílio 26/04/2002 03:39

O site callcenter.inf.br recebeu, de uma leitora, algumas questões sobre os direitos trabalhista do telemarketing. As dúvidas se referem a informações sobre os direitos de um operador de telemarketing, tais como jornada de trabalho, espaço físico, ginástica laboral e outros fatores que exerçam influência sobre a saúde do atendente. A leitora também quer saber o que diferencia um operador de um telefonista, e qual as diferenças salariais dessas categorias.

Para oferecer respostas objetivas, convidamos o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Telemarketing (Sintratel), Marcos Emílio para esclarecer tais questões.

?A jornada de trabalho deve ser de 36 horas semanais, sendo 6 horas diárias. Quanto ao espaço físico, não existe nenhuma norma específica para telemarketing. O que existe é a NR 17, uma norma estabelecida na Norma Regulamentadora, referente a lei geral de ergonometria.

A ginástica laboral, assim como outros fatores que exercem influência sobre a saúde do atendente, ficam a critério do empregador. O Sindicato, em parceria com a USP, realizou uma pesquisa, da qual resultou o livro Saúde do Trabalhador em Telemarketing, com o objetivo de orientar as empresas nestes aspectos.

No dia 4 de julho, em comemoração ao Dia do Telemarketing, o sindicato enviará um projeto de lei para a Câmara dos Deputados, que visa a diferenciação da categoria. Neste projeto estão inclusas normas que visam a saúde do telemarketing.

Quanto a diferença entre telefonista e teleoperador: o operador é um profissional que faz uso de telefone e outras ferramentas com o intuito de realizar negócios e conquistar clientes, fator que não é comum a telefonista.

Os salários apresentam um piso mínimo. Para o operador comissionado o piso é de R$ 388,00; e os não-comissionados R$ 416,00. Os valores foram estipulados pela convenção coletiva (formada pelo sindicato dos trabalhadores e o sindicato patronal), e é homologada no ministério do trabalho, por meio do TRT.?

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
 
http://callcenter.inf.br/