| Terça-Feira - 21/11/2017
Pesquisar: busca:
A sua melhor opção
A evolução do BI e Analytics
Gartner afirma que mercado deve atingir US$ 18,3 bilhões em 2017 12/04/2017 08:44
O Gartner afirma que a receita global no mercado de software de Business Intelligence (BI) e Analytics está prevista para alcançar US$ 18,3 bilhões em 2017, aumento de 7,3% comparado a 2016. Até o final de 2020, esse número deve chegar aos US$ 22,8 bilhões.

Ainda segundo o instituto, BI e Analytics modernos continuam se expandindo com mais rapidez do que o mercado em geral, o que deixa mais equilibrada a queda dos gastos com BI tradicional. A plataforma moderna de BI e Analytics surgiu nos últimos anos para atender às recentes demandas das empresas por mais acessibilidade, agilidade e informações analíticas mais detalhadas, mudando o mercado de relatórios de registros liderados por TI para um mercado de Analytics ágil liderada por negócios, incluindo autoatendimento.

O crescimento do mercado de BI e Analytics modernos deve desacelerar, no entanto, indo de 63,6% em 2015 para 19% até 2020, conforme dados que serão apresentados na Conferência Gartner Data & Analytics, que acontece de 20 e 21 de junho, em São Paulo. O Gartner acredita que isso seja reflexo do aumento da popularidade dos Dados e Analytics. O setor está aumentando em termos de expansão de adoção, mas a receita será impactada pela pressão nos preços.

De acordo com pesquisa, que será aprofundada na Conferência do Gartner, a rápida evolução do mercado de BI e Analytics modernos está sendo influenciada por sete dinâmicas:

1. O modelo de BI moderno em escala irá dominar as novas compras. Enquanto inicialmente os usuários corporativos se voltavam para novas soluções modernas porque elas poderiam ser usadas sem ajuda de TI, a crescente necessidade de governança servirá como catalisador para o envolvimento renovado de TI. As ferramentas de BI moderno que possibilitam maior acessibilidade, agilidade e informações detalhadas na empresa irão dominar as novas compras.

2. Novos fornecedores inovadores e estabelecidos vão direcionar a próxima onda de disrupção do mercado. O surgimento de recursos de detecção de dados inteligentes, o aprendizado das máquinas e a automação de todo o fluxo de trabalho de Analytics orientarão uma nova remessa de compras norteadas por seu valor potencial de reduzir o tempo para obtenção de informações a partir de ferramentas de Analytics avançadas e colocá-las à disposição de um grupo mais amplo de pessoas na empresa. Embora essa onda "inteligente" esteja sendo orientada por novas e inovadoras startups, os fornecedores tradicionais de BI que demoraram para se ajustar à atual onda  "moderna" estão norteando essa mudança em alguns casos.

3. Os usuários corporativos querem analisar combinações cada vez mais diversas, maiores e mais complexas de fontes e modelos de dados da forma mais rápida possível. Essa necessidade de conjuntos de informações diferenciadas orientará os investimentos em preparação dos dados. A capacidade de rapidamente preparar, limpar, aprimorar e localizar conjuntos de dados confiáveis de forma mais automatizada torna-se um importante viabilizador do uso expandido de Analytics.

4. A abrangência e a integração serão fundamentais para o maior valor e uso expandido. Usuários internos e clientes utilizarão mais ferramentas automatizadas ou incorporarão Analytics nos aplicativos que usam dentro de seu contexto - ou, ainda, farão a combinação de ambos. A capacidade de incorporar e estender o conteúdo será um facilitador fundamental para uma adoção mais disseminada e de valor do Analytics.

5. Suporte para eventos em tempo real e transmissão de dados terão uso expandido - As empresas transmitirão cada vez mais dados gerados por dispositivos, sensores e pessoas para agilizar a tomada de decisões. Os fabricantes precisam investir em recursos similares para oferecer aos compradores uma plataforma única que combina eventos em tempo real e a transmissão dos dados com outros tipos de fontes de informação.

6. O interesse em implementações em Nuvem continuará aumentando, uma vez que a adoção de plataformas de BI e Analytics em Cloud tem o potencial de reduzir os custos de propriedade e diminuir o tempo de implantação. Entretanto, o nível de importância da maioria dos dados corporativos armazenados dentro das empresas continua sendo a principal barreira à adoção. Essa resistência está encolhendo e o Gartner estima que, até 2020, a maioria das compras de novas licenças tenderá a ser por implementações em Nuvem.

7. Os marketplaces criarão novas oportunidades para que as empresas comprem e vendam recursos de análises e reduzam o tempo para obter informações. A disponibilidade de um mercado ativo em que compradores e vendedores possam convergir para a troca de aplicações de análise, fontes de dados agregadas, visualizações personalizadas e algoritmos tende a gerar maior interesse no segmento de BI e Analytics e a promover seu crescimento futuro.

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
 
http://callcenter.inf.br/