Qual o maior desafio de 2018? Parte 2
À espera do propalado ano melhor, outsourcers põem foco na transformação da atividade, diante da nova realidade 20/01/2018 12:03
O fantasma da crise que assombrou tanto as empresas brasileiras nos últimos três anos parece ter ido embora. Ainda que não seja um grande otimismo já é possível ver uma crença maior na estabilidade da economia do País, principalmente depois dos números positivos do segundo semestre. Claro que por ser um ano eleitoral, sempre ficam algumas dúvidas. Ainda assim, a confiança em um ano melhor é grande entre os outsourcers. Com isso, o alvo das maiores preocupações do mercado de contact center começa a ser a transformação da atividade.

Iniciada também nos últimos anos, ela se acentuou de forma decisiva em 2017, principalmente com o avanço do mundo digital e dos bots no atendimento. Depois do que foi visto no ano passado, o mercado deve investir ainda mais para acompanhar essas mudanças, pois já ficou claro que virar os olhos para isso é correr o risco de ficar para trás.

Assim, se 2017 pode ser considerado o ano da virada, esse podemos pensar que será o de consolidação dessa profunda transformação. Resta esperar para ver, mas o tom das entrevistas exclusivas com os principais outsourcers levam a crer que essa será a realidade do mercado. No material produzido pelo portal Callcenter.inf.br, os executivos comentam as perspectivas para o mercado de contact center esse ano, além de revelarem os planos de suas empresas para crescer em meio a tantas mudanças.

Confira o que falaram os executivos:

AeC se prepara para dar suporte aos clientes na transição para empresas 4.0



CEO da Almaviva crê que muitas empresas deixarão de existir nos próximos 12/18 meses


Apesar da expectativa positiva, mercado tem dúvidas por conta de questões governamentais


DBM aposta em visão de customer care, aliando tecnologia e inteligência de processos de qualidade


Atento acredita na continuidade do avanço do digital no atendimento



Apesar do momento mais positivo, TMKT espera um ano de muitos desafios para o setor


GCC quer consolidar posicionamento como especialista em gestão e monitoria de qualidade


Quaddra foca em soluções que possam transformar atendimento, minimizando necessidade de contato


Voxline pretende investir em parcerias estratégicas e integração para crescer



Veja também a outra parte do especial:

Em ano de alardeado crescimento econômico, o desafio mesmo é se adaptar às profundas mudanças da atividade


Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
 
http://callcenter.inf.br/