Por que apostar em People Analytics?
A importância do método para capacitar profissionais e escalar negócios 15/10/2018 10:31
» Alessandro Garcia
Autor: Alessandro Garcia

Antes de começar esse artigo, deixo aqui uma provocação: Você sabe o que é People Analytics e por que apostar nessa ferramenta pode trazer retornos positivos? Muito tem sido a especulação sobre o tema, mas ninguém se aprofundou ainda, de fato, no que consiste esse conceito e como ele pode ser benéfico para seu negócio.

Em uma linguagem mais simples, o People Analytics é a obtenção e avaliação de diversos dados referente aos perfis, comportamentos e atitudes dos colaboradores e candidatos da sua empresa, que possibilita que o gestor encontre padrões e tendências dentro de suas equipes. É por meio dessa análise que os departamentos de Recursos Humanos conseguem decifrar quando e onde tais funcionários podem ser úteis, e quais competências possuem ou podem desenvolver ao longo do tempo.

De acordo com uma pesquisa realizada pela consultoria Deloitte, 71% das empresas em todo mundo colocam como alta prioridade a análise de pessoas. Porém, somente 15% utilizam o People Analytics para avaliar seus colaboradores e talentos. O índice ainda está bem abaixo do ideal e mostra que existe uma certa dificuldade para a implementação de processos que envolvam análise de dados. Por isso, elenquei algumas dicas de como o People Analytics pode ajudar as equipes de gestão:

- Contratações assertivas: sabemos que cada empresa tem um perfil específico e um tipo de colaborador ideal. Independente da característica que se deseja (dinâmico, conservador ou criativo) o People Analytics é um ótimo aliado para fazer essa identificação e entender qual é o profissional certo para um cargo específico. Sua utilização aumenta as chances de uma boa contratação e ajuda a reduzir a rotatividade dentro das equipes;

- Definir melhor seus líderes: com certeza você já presenciou um líder de personalidade forte ter sérios problemas com sua equipe, não é mesmo? Um dos objetivos do People Analytics é evitar que essas situações sejam corriqueiras dentro das empresas e impactem a produtividade;

- Planos de carreira: todo colaborador, quando ingressa em um desafio profissional, está motivado em ter um plano de carreira. E uma forma de manter um profissional engajado é proporcionar possibilidade de crescimento. O uso de People Analytics também ajuda nessa questão, pois por meio de dados e análises, o setor de RH consegue entender qual tipo de carreira e promoções cada perfil procura;

- Retenção de talentos: ninguém quer perder um bom colaborador, não é mesmo? Por isso, muitas empresas se reinventam a cada dia para mantê-los e garantir que permaneçam na equipe por mais tempo. Uma das funções do People Analytics é ajudar os gestores a entender se precisam apostar ou investir em novas ações que impactem positivamente seus funcionários, evitando que eles cogitem a possibilidade de sair do emprego.

O People Analytics é muito mais profundo do que isso, mas acredito que essa breve imersão mostra o grande potencial que essa prática tem dentro das empresas. Tenho certeza que ainda ouviremos falar muito sobre esse assunto, e aqueles gestores que entenderem a importância da sua implementação dentro do setor de RH, sairão na frente de seus concorrentes. Pense nisso!

Alessandro Garcia é fundador e CEO da Solides.

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
 
http://callcenter.inf.br/