Uma cultura centrada no conhecimento
Gestão de conhecimento contribui nas práticas da organização e no desenvolvimento individual 26/07/2017 09:22
» Ronaldo Stanzione
Autor: Ronaldo Stanzione

A gestão do conhecimento é uma competência chave em qualquer negócio: é uma forma de pensar, agir e aprender com foco na criação, maturação e reutilização do conhecimento. Com isso, o desenvolvimento e a evolução dessa gestão requerem atenção às práticas da organização, desenvolvimento individual e às mudanças na cultura organizacional.

O desenvolvimento de uma base de conhecimento é um dos primeiros passos para sustentar um conjunto de práticas saudáveis ao negócio. Podemos considerar três conjuntos de atividades para desenvolver ou atualizar de forma eficaz as capacidades da gestão do conhecimento.
 
1. Treinar novas ferramentas, conteúdo e práticas.
Independente se é uma nova tecnologia, um novo conteúdo ou uma nova forma de usar a informação em relação ao trabalho, cada atualização do ecossistema da gestão do conhecimento é uma oportunidade para reforçar e treinar os no acesso e apropriação da informação.
 
2. Desenvolver uma cultura centrada na gestão do conhecimento
O sucesso dessa gestão depende de quão bem os usuários das ferramentas adotam a base de conhecimento. Sob essa perspectiva, a gestão do conhecimento é de fato humana e orgânica.

Princípio chave: Engajamento
Os usuários devem ser recompensados e reconhecidos por práticas eficientes ao compartilhar melhorias, ensinamentos e ao assumir responsabilidade que resultam em consequências de sucesso.
 
3. Estabelecer uma governança eficiente
A eficiência das atividades da gestão do conhecimento é proporcional ao comprometimento da organização. O maior impulsionador do sucesso no desenvolvimento de conhecimento em longo prazo é ter uma governança clara, com uma estrutura que defina e delegue claramente as funções e as responsabilidades na gestão do conhecimento.

Princípio chave: Governança
No nível tático, essas funções incluem a autoria e coordenação do conteúdo, business intelligence focado em gestão do conhecimento, administração do sistema etc. No nível estratégico/executivo, os principais stakeholders em uma iniciativa de gestão do conhecimento devem gerir a comunicação, o comprometimento e a tomada de ação quando necessário para assegurar o alinhamento entre o conteúdo, tecnologia, processo de negócio, mensuração e as atividades do programa.

Resumidamente, a implantação da gestão do conhecimento significa lançar ou atualizar um programa que inclui ferramentas, conteúdo, cultura e governança. Agir holisticamente e olhar para as facetas como partes interdependentes de um todo ajudará a assegurar os melhores impactos possíveis da gestão do conhecimento ao auxiliar a eficiência e efetividade, assim como o sucesso da iniciativa sendo parte da evolução de uma competência organizacional.

Ronaldo Stanzione é country manager da Verint no Brasil.

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
 
http://callcenter.inf.br/