| Terça-Feira - 25/07/2017
Pesquisar: busca:
O outsourcing do RH
Por que modelo é atraente para todas as empresas e uma tendência em ascensão 03/05/2017 08:49
Autor: Rodrigo Belluco

A necessidade de agilizar processos, digitalizar equipes e reduzir custos está em pauta para muitas empresas no atual contexto de mercado e as opções dispostas a elas para colocar esses objetivos em prática são infinitas. Para o RH, um dos destaques é o outsourcing, ou seja, delegar a um parceiro de confiança a gestão parcial ou total das tarefas desse departamento.

E por que esse movimento pode ser considerado uma tendência em ascensão?

Segundo pesquisa da KPMG publicada no portal CIO no último mês, pelo menos 20% das companhias no mercado estão adotando soluções globais para seus sistemas a partir de outsourcing e deixando pra trás uma estrutura descentralizada e tradicional.

Ainda de acordo com o estudo, as companhias, sob a realidade da revolução digital, devem reavaliar sua atuação para conseguirem acompanhar as transformações do mercado e o ritmo de suas concorrentes, com a ampliação de seus portfólios e um foco maior em soluções digitais. Isso porque as tecnologias disruptivas, hoje, estão impactando significativamente todos os departamentos e a operação de maneira integrada - reunindo dados, inovação e processos - está quebrando antigas barreiras que antes impediam a adição de diferentes recursos ao dia a dia das equipes.

Pensando nisso, abaixo estão três motivos pelos quais sua companhia deve pensar em adotar o outsourcing para o departamento de RH o mais rápido possível.

Poupar tempo e dinheiro
O outsourcing no RH não significa corte de funcionários ou redução de equipes, mas sim a adição de tecnologia e expertise de um parceiro especializado ao departamento, orientando assim a execução das tarefas e processos de forma mais otimizada.

Garantia de mais segurança e compliance
O fato de o profissional de RH ter de conhecer a legislação de um país é inegável, mas imagine o departamento de uma empresa global. E, para manter a conformidade com as leis, seguir as demandas de cada território e se atualizar rapidamente em caso de mudanças, o outsourcing pode ser uma boa opção. Segundo o Cambridge Network publicou em janeiro, compliance e gerenciamento de riscos estão entre os dois principais desafios às companhias, em especial àquelas de maior porte.

Proporcionar à equipe in-house mais foco em estratégia e crescimento
Ainda segundo o Cambridge Network, ter acesso a especialistas em Recursos Humanos e apostar no outsourcing garante às empresas mais flexibilidade para concentrar seu foco em tarefas que vão além das demandas dia a dia. Seja para terceirizar parcial ou completamente o departamento, ambas as escolhas proporcionam mais tempo para redesenhar estratégias de negócio e, consequentemente, em maneiras de promover o crescimento.

A transformação digital é um caminho sem volta. As organizações - se ainda não o fizeram - devem começar a pensar nas ferramentas digitais como peças fundamentais de seu desenvolvimento. Até porque o futuro do mercado, de maneira geral, pede por isso.

Rodrigo Belluco é diretor de vendas na ADP.

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
 
http://callcenter.inf.br/