| Terça-Feira - 25/07/2017
Pesquisar: busca:
Os Vikings e a liderança
O que podemos aprender com a séria de televisão e suas aplicações nas operações de TI 28/04/2017 08:43
» Leonardo Costa
Autor: Leonardo Costa

Muitos de vocês já devem ter visto ou ouvido falar da série de televisão "Vikings". É fascinante e irá prender sua atenção. Ela narra as incursões exploratórias dos Vikings na Idade Média, sendo inspirada pelas histórias de um dos mais conhecidos heróis nórdicos. Mas o que podemos aprender com os Vikings para aplicarmos nas operações de TI e sermos verdadeiros líderes em nosso ambiente de trabalho?

Durante os dias que estive assistindo as cinco temporadas desta série épica, pude associar várias características e habilidades que precisamos ter para sermos líderes que fazem a diferença dentro de nossas operações de TI. Não só líderes que fazem a diferença, mas também que deixam sua marca positiva por onde passam. Gostaria de compartilhar com vocês 10 reflexões, para que este possa ser o início de uma transformação na forma como vemos e entendemos as coisas:

#DICA1: Os objetivos devem estar claros para todos
Em todos os grandes feitos Vikings os guerreiros sabiam claramente o que era esperado deles. A interação e o compartilhamento da missão, visão e valores é essencial para saibam onde devem chegar. Isso gera uma atmosfera em que todos se sentem parte de algo maior e lutarão por aquilo.
 
#DICA2: Nunca tome uma ação sem antes avaliar as consequências que aquilo pode trazer
Por vezes tomamos ações movidos pela emoção. Como líderes à frente  de grandes operações temos que demonstrar nosso controle emocional e acima de tudo saber que nem sempre estaremos certos. Podemos ilustrar isso com as ações tomadas pelo Rei Aelle durante os combates. As decisões na hora da batalha são imediatas, mas devem seguir um plano tático e estratégico. A emoção pode por a perder o panorama total.
 
#DICA3: Tenha consciência que liderar não é fácil e teremos várias derrotas
Porém, cabe a nós dar a volta por cima. Exemplo disso ocorreu na batalha de Paris perdida pelos Vikings. Muitos podem reclamar da liderança nos momentos de fracasso, porém poucos são os capazes de liderar a tropa numa derrota. Neste cenário procurar culpados é burrice. Procurar culpados não resolve o problema. Temos que achar e melhorar os sistemas que são ruins - aqueles que incentivam mau comportamento e premiam desempenhos medíocres.
 
#DICA4: Encontre bons companheiros de batalha
Tenha ao seu lado pessoas que acreditam em você. O melhor líder é aquele que escolhe bons homens para fazer o que deve ser feito.
 
#DICA5: Cuide da sua equipe e desperte neles o que há de melhor
Pode ser visto como os vikings exploravam isso em seus guerreiros. Um deles nascido aleijado foi desafiado ao ponto de se tornar um dos melhores e mais temidos guerreiros da época.
 
#DICA6: Seja versátil e ágil
Se não pudermos mudar nossa rota durante o caminho estaremos fadados ao fracasso. O pensamento estratégico e eficiente gera vitórias com menos esforços.
 
#DICA7: Não planeje tudo em detalhes
Por vezes extrapolamos o tempo que dispomos no planejamento de situações que nem chegam a ocorrer. Pense simplificadamente, pois a medida com que as solicitações vão evoluindo, os cenários a serem controlados/resolvidos ficarão mais explícitos.
 
#DICA8: Esteja preparado
Mantenha suas "armas" em boas condições, mantenha sua cabeça e seu corpo em boa forma. Só que isso não é tarefa fácil. Para estarmos preparamos precisamos treinar sem cessar. Afiar nossas habilidades técnicas e comportamentais, conhecer novos modelos de trabalho, buscar inovações, trazer para o ambiente de trabalho ideias disruptivas.  Para ilustrar, podemos recordar do momento em que o rei Viking deslocou todos os navios fora da água, empurrando-os sobre toras de madeira, para que pudesse pegar o inimigo por outra rota.
 
#DICA9: Não faça promessas que você não possa cumprir
A confiança e lealdade que você adquire de sua equipe são essenciais para que atinja um grau de desempenho e resultados bem acima do que está acostumado.
 
#DICA10: Seja corajoso e audacioso
Agarre todas as oportunidades e não tenha medo de errar. A cada erro temos a chance de evoluir e fazer melhor.
 
Espero que esses insights Vikings o inspire a quebrar os padrões do estilo tradicional de liderança para uma liderança colaborativa e participativa. #beAgile #DevOps #SaiaDoAutomatico
 
"Don´t waste your time looking back. You´re not going that way."
(Ragnar Lothbrok)

Leonardo Teixeira da Costa é gerente de operações da Globalweb.

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
 
http://callcenter.inf.br/